FM Genesis

A Sintonia da Vida!

Papa diz que casais gays não podem ser considerado “famílias”

O papa Francisco fez neste sábado (16), durante audiência no Fórum das Famílias no Vaticano, declarações contundentes sobre questões que estão sendo debatidas em vários países do mundo: aborto e casamento gay.

Ele afirma que decidir pelo aborto quando é detectada má-formação do feto é “nazismo de luvas brancas”. Também assegurou que casais gays não constituem uma família.

“No século passado, todo mundo se escandalizava com o que os nazistas faziam pela pureza da raça. Hoje fazemos o mesmo com as luvas brancas”, asseverou o pontífice argentino, numa referência às luvas usadas pelos médicos que realizam a interrupção da gravidez.

Segundo o líder máximo dos católicos, “Está na moda, é normal que, em uma gravidez na qual a criança não está bem ou possui alguma malformação, a primeira oferta ser: vamos tirá-la?’. Pratica-se o homicídio das crianças. Para deixar a vida tranquila, mata-se um inocente”, afirmou o papa.

Em seguida, Francisco asseverou: “Dói dizer isso hoje: fala-se sobre famílias diversificadas, de diversos tipos de família. Sim, é verdade que a palavra família é análoga, e existem a família das estrelas, das árvores, dos animais… mas a família imaginada por Deus é uma só: homem e mulher”. Ao defender apenas as relações heterossexuais como aceitatáveis, minimizou as críticas que vinha recebendo por não ter posições claras sobre o assunto.

Conforme destacou, na sociedade atual a família não é levada “em consideração”.  “Brinquem com seus filhos, passem um tempo com eles, sem dizer ‘não me atrapalhe’”, pediu.

Por fim, falou sobre a infidelidade entre os casais, chamando de “santo” quem decide perdoar o adultério: “Tantas mulheres, mas também muitos homens, em silêncio esperando que o marido volte a ser fiel. Essa é a santidade que perdoa tudo porque ama”.

Daniel de Araujo

Uma rádio que nasceu no coração de Deus, um sonho projetado para atrair as bênçãos do Senhor para todas as famílias de Crateús - CE.
Acompanhe:

Comentários: